Minha História: O Meu Primeiro Livro


Hoje vou estrear uma coluna, dentro da minha coluna. A coluna Minha História. Nessa coluna, que vou escrever uma vez por mês, vou escrever sobre minha vida como escritora, coisas que gostaria que vocês soubessem e que talvez vocês gostem de saber (assim espero).

Vou falar um pouco sobre o meu primeiro livro, Meu Guerreiro Escocês. Eu amo esse livro, amei escrevê-lo. Foi através desse livro que me descobrir como escritora. Eu escrevo desde adolescente, mas nunca me senti uma escritora. Já escrevi contos, cartas e poesias, até letras de músicas eu já me arrisquei a escrever, na época (com 17 para 18 anos) eu gostava muito de pagode, então eu fiz algumas letras, mas nunca tirei de dentro da gaveta, e hoje elas nem existem mais. E os anos se passaram e eu continuei a escrever. Escrevi caderno de receitas, caderno de sonhos. Isso mesmo, sonho. Quando eu tenho um sonho que gosto muito, e que não quero esquecer, eu escrevo. Sonhos com a minha mãe, sonhos românticos e sonhos que estou voando(tenho muitos sonhos que estou voando desde adolescente). Tenho um caderno onde eu escrevi versículos da bíblia que eu gosto com os seus significados. E tenho um caderno, que um dia pretendo publicar, que é a minha história com as minhas três filhas.
Mas até então eu nunca me senti uma escritora. Então, depois de ler um livro e não gostar do final, realmente não gostei. Eu decidi fazer uma história com um final que eu gostasse. E então nasceu Meu Guerreiro Escocês. Vocês não fazem ideia do quanto eu chorei quando terminei de escrevê-lo. Resolvi publicá-lo. Eu queria que outras pessoas se emocionassem com a leitura como eu me emocionei ao escrevê-lo. Pesquisei na internet e resolvi publicá-lo de forma independente, nunca o enviei para nenhuma editora. Chorei novamente quando vi que ele estava vendendo e que a história estava tendo bons comentários. Então foi aí que comecei a me sentir uma escritora. 
Por isso tenho um carinho ainda mais especial pelo livro Meu Guerreiro Escocês, não só por ele ser o meu primeiro livro, mas porque foi através dele que eu me vi como uma escritora. 
Mas claro que eu estava somente engatinhado, ainda tinha muito o que aprender, e ainda estou aprendendo. E a cada livro eu aprendo um pouco mais sobre a arte da escrita. 
E agora, depois de 6 anos fazendo o que mais gosto, escrevendo livros que levam alegria, emoção e entretenimento para os meus leitores, eu posso dizer com todo orgulho, EU SOU ESCRITORA.

E isso aí, meus amores. Espero que tenham gostado de saber um pouco sobre o meu livro Meu Guerreiro Escocês e sobre essa autora que vos escreve.
Nos encontramos no próximo mês com mais uma coluna Minha História.

Se você nunca leu o livro e se interessou, pode comprá-lo no Clube de Autores no formato impresso


Caso queiram comprar o livro no formato e-book, poderá adquiri-lo na Amazon.