Pular para o conteúdo principal

Homenageada de Biblioteca Virtual

Alda Maria Silva Santos | Blog Vida Intensa Vida | Wordpress.

Literatura | Conto | A menina que gostava de livros.

Luzia Couto
Catarina era uma menina que gostava dos livros, o tempo que Catarina tinha disponível era para os livros. A mãe sempre ficava preocupada com a filha pois tinha apenas 11 anos e se dedicava o tempo todo a leitura, esquecia que era criança e precisava divertir. Quando a menina estava em seu canto de leituras ninguém conseguia distraí-la, as amiguinhas se reuniam em sua casa e a primeira coisa era apanhar os livros e subir para a casa da árvore, ali elas divertiam sendo professora e alunas. Alice a mãe dizia que a filha seria uma excelente professora. A filha sorria e pensava está enganada minha mãezinha serei uma excelente escritora quero ser famosa. Anita e Amanda as amiguinhas de Catarina gostavam de leituras, mas não com tanto apreço quanto Catarina. Na escola a menina sempre tinha as melhores notas, a escrita e a pronúncia da memina era como de adulto. Os professores nunca tinha nada a reclamar da aluna, nas reuniões mensais era apenas elogios que Alice ouvia. Isto enchia o pai de Catarina de orgulho, ele queria um filho para ser doutor, mas a filha seria, não deixava a desejar. Estavam enganados os pais da menina, nem professora, nem doutora, seria escritora e escreveria lindos livros. No oitavo ano da escola ela ganhou um prêmio em dinheiro no grêmio literário que houve na escola. Com este dinheiro ela comprou muitas unidades de livros e doou para as crianças dos bairros pobres. Ela não precisava do dinheiro o pai era empresário e bem financeiramente.
A notícia correu por toda região, o texto que ela escreveu quando ganhou o prêmio estava em todos os jornais. Um escritor renomado ao ler o texto que falava sobre o respeito a vida ficou impressionado com a mentalidade de uma criança de 13 anos. Resolveu procurar pela adolescente e conhecê-la pessoalmente. Ao conhecer a Catarina se encantou a menina parecia transpirar leitura, ela conhecia muitos livros sabia sobre os autores. Cada livro que ele falava ela citava frases e até poemas no caso dos livros de poesia, era uma inteligência e paladar refinado pela literatura. O curioso era que Catarina ainda nem tinha pensado em escrever um livro até este dia, ela queria sim ser uma escritora famosa, mas quando se formasse na faculdade. Depois de conhecer este escritor, ela resolveu escrever o primeiro livro, nem precisava dizer seria o maior sucesso. O livro vendeu muitas e muitas unidades. Com a renda ela criou uma biblioteca onde as pessoas poderiam ler a vontade, as pessoas que não tinham tempo levariam os livros apara casa, depois devolveriam. A biblioteca era um sucesso, o pai de Catarina estava revoltado queria uma filha formada com doutorado, não uma escritora de livros normal.

O tempo passou e Catarina se tornou uma escritora muito famosa, seus livros alcançavam os mais diversos Países. Um dia seu pai estava refletindo em como a vida dava voltas, antes ele era rico famoso grande empresário, agora estava falindo o pouco que lhe restava estava quase todo comprometido com os agiotas. Única esperança era Catarina, mas havia a mandado embora quando se decidiu por ser escritora, pensava que a filha nunca teria dinheiro suficiente, afinal livros não era coisa de ricos, era coisa de pobre. Quem quereria livros, quando se podia escolher computadores. A notícia chegou até Catarina através de Alice sua mãe. Depois de saber das aflições do pai Catarina resolveu escrever uma história sobre a vida de seu pai, e toda renda seria para ele pagar suas dívidas. Dentro de seis meses ele publicou o livro mais vendido de sua carreira, muitas mil cópias vendidas, era um sucesso. O dinheiro cobriu toda dívida do pai, este muito envergonhado pediu perdão a filha, ela disse que nunca imaginou ouvir de seu pai um elogio e muito menos apoiar em seu novo livro. Catarina disse ao pai, se todos escritores tivesse a sorte que tenho a literatura agradeceria. Os escritores e autores fazem sua parte, escrevem boas histórias, mas se não tiver pessoas para comprar seus livros eles nunca terão sucessos. Os livros são como um guia que conduz o leitor ao mundo da história, e os leitores são quem avaliarão o escritor e sua história. Quem adquire um livro adquire conhecimento e o conhecimento ninguém lhe tira.

Texto da escritora Luzia Couto. Direitos Autorais Reservados a autora. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer espécie ou divulgação de qualquer natureza, do todo ou parte dele sem autorização prévia e expressa da autora. Os Direitos estão assegurados nas Leis brasileiras e internacionais de proteção à propriedade intelectual e o desrespeito estará sujeito à aplicação das sanções penais cabíveis.

..........................................................................................................

Literature | Tale | The girls loved books. | Luzia Couto

Catherine was a girl who liked the books, the time that Catherine had available was for the books. The mother was always worried about his daughter because he was only 11 years and was engaged all the time reading, forgot he was a child and needed fun. When the girl was in his corner readings nobody could distract her, the girl friends gathered at his home and the first thing was to get the books and climb to the tree house, there they amused with teacher and students. Alice's mother said that her daughter would be an excellent teacher. The daughter smiled and thought are wrong my mom will be a great writer I want to be famous. Anita and Amanda the little friends of Catherine liked reading, but not with as much appreciation as Catherine. At school the girl always had the best grades, writing and pronunciation of memina was like adult. Teachers never had anything to complain about the student, the monthly meetings was only praise Alice heard. This filled the father's proud of Catherine, he wanted a son to be a doctor, but her daughter would not leave to be desired. the girl's parents were wrong, or teacher, or doctor, would be a writer and write beautiful books. In the eighth year of school she won a cash prize in the literary guild that was in school. With this money she bought many units of books and donated to children from poor neighborhoods. She did not need the money his father was a businessman and well financially.
The news spread throughout the region, the text she wrote when she won the prize was in all the papers. A renowned writer to read the text that talked about respect for life was impressed with the mentality of a 13 year old child. He decided to search for the teenager and meet her in person. By knowing Catherine delighted the girl seemed to perspire reading, she knew many books knew about the authors. Each book he spoke it quoted phrases and even poems in the case of books of poetry, was an intelligence and refined taste in literature. The curious thing was that Catherine had not even thought of writing a book to this day, she did want to be a famous writer, but when it formed in college. Once you know this writer, she decided to write the first book, did not have to say would be the most successful. The book sold many, many units. With the income she created a library where people could read the will, people who had no time would take them home trims books, then would return. The library was a success, the father of Catherine was angry wanted a daughter formed with a Ph.D., not a writer normal books.

Time passed, and Catherine became a very famous writer, his books reached the most diverse countries. One day his father was reflecting on how life was spinning before he was rich great entrepreneur famous, was now failing the little he had left was mostly committed to the moneylenders. Only hope was Catherine, but there was sent away when it decided to be a writer, thought that his daughter would never have enough money, after all books was not something rich, something was poor. Who would want to books when you could choose computers. The news came to Catherine by her mother Alice. Once you know the father's afflictions Catherine decided to write a story about the life of his father, and all income would be for him to pay his debts. Within six months he published the best-selling book of his career, many thousand copies sold, was a success. The money covered the entire debt of the father, this very embarrassed apologized daughter, she said she never imagined to hear his father praise and much less support in his new book. Catherine told the father, if all writers had the good fortune I have to appreciate literature. Writers and authors do their part, they write good stories, but if you do not have people to buy their books they will never have success. Books are like a guide that leads the reader to the world of the story, and readers are those who evaluate the writer and its history. Who buys a book acquires knowledge and knowledge no one takes away.

Luzia Couto writer of the text. Copyright reserved to the author. The copying, collage, reproduction or disclosure of any kind whatsoever, the whole or part without the prior and express authorization of the author. Rights are guaranteed in the Brazilian and international laws of intellectual property protection and disrespect will be subject to the application of appropriate penalties.

...........................................................................................................

Literatura | Cuento | Las chicas les encantó libros. | Luzia Couto

Catalina era una chica que le gusta los libros, el tiempo que Catalina tenía disponible era de los libros. La madre siempre estaba preocupado por su hija porque sólo tenía 11 años, y se dedicaba todo el tiempo a la lectura, se olvidó que era un niño y la diversión sea necesario. Cuando la niña estaba en su esquina lecturas nadie podía distraerla, las amigas se reunieron en su casa y lo primero era conseguir los libros y subir a la casa del árbol, no se entretenían con el maestro y los estudiantes. La madre de Alice dijo que su hija sería un excelente profesor. La hija sonrió y pensamiento están mal mi madre va a ser un gran escritor Quiero ser famosa. Anita y Amanda los pequeños amigos de Catherine le gusta leer, pero no con tanto aprecio como Catalina. En la escuela la niña siempre tenía las mejores calificaciones, la escritura y la pronunciación de Memina era como adulto. Los maestros nunca tuvieron nada de qué quejarse del estudiante, las reuniones mensuales fue sólo elogios Alice escuchó. Esto llenó el orgullo del padre de Catalina, que quería un hijo para ser médico, pero su hija no iba a dejar que desear. padres de la niña estaban equivocados, o maestro, o un médico, serían un escritor y escribir bellos libros. En el octavo año de la escuela que ganó un premio en metálico en el gremio literario que estaba en la escuela. Con este dinero se compró muchas unidades de libros y donado a los niños de los barrios pobres. No necesitaba el dinero que su padre era un hombre de negocios y bien financieramente.
La noticia se extendió por toda la región, el texto que escribió cuando ganó el premio era en todos los periódicos. Un reconocido escritor de leer el texto que hablaba de respeto a la vida estaba impresionado con la mentalidad de un niño de 13 años. Decidió buscar el adolescente y conocerla en persona. Al conocer Catalina deleitó a la chica parecía transpirar lectura, que sabía muchos libros sabían de los autores. Cada libro habló, lo citó frases y poemas incluso en el caso de los libros de poesía, era una inteligencia y gusto refinado en la literatura. Lo curioso fue que Catalina no había siquiera pensado en escribir un libro para el día de hoy, ella quería ser un escritor famoso, pero cuando se formó en la universidad. Una vez que sepas esto escribe, se decidió a escribir el primer libro, no tenía que decir que sería el más exitoso. El libro vendió muchas, muchas unidades. Con los ingresos que ella creó una biblioteca donde la gente podía leer el testamento, personas que no tenían tiempo de los llevaría a casa recorta los libros, entonces volvería. La biblioteca fue un éxito, el padre de Catalina estaba enojado quería una hija formado con un doctorado, no un escritor de libros normales.

El tiempo pasó, y Catherine se convirtió en un escritor muy famoso, sus libros alcanzaron los más diversos países. Un día su padre se reflexiona sobre cómo la vida le daba vueltas antes de que él era rico gran empresario famoso, ahora estaba fallando lo poco que le quedaba era su mayoría comprometidos con los prestamistas. La única esperanza era Catalina, pero no fue enviado lejos cuando decidió ser escritor, pensó que su hija nunca se tiene suficiente dinero, después de todos los libros no era algo rico, algo que era pobre. ¿Quién querría libros cuando se puede elegir ordenadores. La noticia llegó a Catalina por su madre Alice. Una vez que sepa aflicciones del padre de Catherine decidió escribir una historia sobre la vida de su padre, y todos los ingresos sería para él para pagar sus deudas. Dentro de los seis meses publicó el libro más vendido de su carrera, muchos miles de copias vendidas, fue un éxito. El dinero que cubría toda la deuda del padre, esta hija disculpado mucha vergüenza, ella dijo que nunca imaginó escuchar su elogio padre y mucho menos apoyo en su nuevo libro. Catalina le dijo al padre, si todos los escritores tenían la suerte que tengo que apreciar la literatura. Escritores y autores de su parte, que escriben buenas historias, pero si usted no tiene la gente a comprar sus libros que nunca tendrán éxito. Los libros son como una guía que conduce al lector en el mundo de la historia, y los lectores son los que evaluar el escritor y su historia. ¿Quién compra un libro adquiere conocimiento y el conocimiento nadie quita.

Luzia Couto escritora del texto. Los derechos de autor reservado al autora. La copia, el collage, reproducción o divulgación de cualquier tipo que sea, la total o parcial sin la autorización previa y expresa del autor. Derechos están garantizados en las leyes nacionales e internacionales de protección de la propiedad intelectual y la falta de respeto estarán sujetos a la aplicación de sanciones apropiadas.

Postagens mais visitadas deste blog

Bigo Live | O aplicativo do momento | Saiba mais

A mais nova coqueluche entre os brasileiro é um aplicativo de origem Asiática chamado Bigo Live, uma rede social de Streaming de Vídeo. A ideia dos Asiáticos foi ótima, mas como todo aplicativo seu uso deve ser analisado com cuidado, principalmente entre os brasileiros. Na minha opinião pessoal é uma boa rede social, ideia muito válida, porém não deve ser usado por crianças. Eu não recomendo e vou dizer o porque: Quem utiliza o aplicativo pela primeira vez e o faz de boa fé, sem conhecer bem como funciona deve estar ciente dos riscos, não só no Bigo Live como em qualquer outra rede social da internet. O principal risco é o da exposição em vídeo, já que a função do aplicativo é transmitir vídeos ao vivo. Bem diferente do também popular WhatsApp, o Bigo Live é muito mais aberto e a exposição é em tempo real para todo o mundo, sem que exatamente o usuário saiba para quem está exposto, por isso muito cuidado no uso e tome alguns cuidados básicos. Preparei uma listinha para lembrar você do…

A leitura contida nos desenhos | Escritora Luzia Couto.

A linguagem dos desenhos e sua importância na vida das pessoas, existe uma grande população que ainda não teve acesso a leitura, muitos por que na infância não tinham como estudar. Outros que na vida adulta precisavam trabalhar para garantir o sustento de suas famílias, até mesmo para garantir o estudo aos filhos. Estas pessoas sabem ler através dos desenhos. Olham as imagens e identificam o que significa, assim são as crianças. Aprendem a conhecer a linguagem dos desenhos, muitas vezes as mães vão ensinando os filhos a conhecer as letras e as palavras por causa das imagens. As pessoas de mais idade que não tiveram acesso a escola sabem muito por experiencia de vida, elas conhecem boa parte das palavras por que olham as imagens e sabem o significado. Esta leitura através das imagens ensinam muito, portanto seus criadores tem um papel muito importante na vida e na formação destas pessoas.
Quando aprendemos na infância a observar uma imagem, um desenho ainda que em preto e branco estam…

Bigo Live | Dicas | Como Fazer sua Live Crescer

Existe uma diferença entre conversas em chat de mensagens como messenger e whatsApp e chamadas de vídeos como no Bigo Live porque a primeira utiliza apenas mensagens de texto e imagens estáticas, no Bigo Live, por ser um streaming de Vídeos, a transmissão é em tempo real. Até ai você já sabia, mas há um detalhe que muita gente não percebe pela falta de experiência no assunto.      Fazer uma Live é muito mais que digitar letras ou enviar emotions. O significado da palavra Vídeo Streaming é Transmissão de Vídeo, ou seja um vídeo conferência. Enquanto que no IMO, Messenger e até mesmo no WhatsApp atualizado você faz apenas uma vídeo chamada.  Em cada uma o comportamento do transmissor deve ser diferente. Observemos que uma coisa é fazer uma chamada para uma pessoa em uma vídeo chamada e outra é realizar uma vídeo conferência para mais de mil pessoas.     Abaixo darei algumas dicas de como fazer para melhorar sua live durante uma vídeo conferência.     Em primeiro lugar é preciso que haja si…